quinta-feira, 31 de maio de 2012

Ecos do Mercado: Hulk sem novidades

O dia de ontem não trouxe aparentes desenvolvimentos no namoro entre Hulk e o Chelsea. A Imprensa britânica insistiu que o negócio estará "praticamente concluído" por uma verba a rondar os 50 milhões de euros, metade do valor da cláusula de rescisão do avançado, que esta madrugada voltou a ser titular na seleção do Brasil; o jogo foi contra os Estados Unidos. Hulk continua concentrado no escrete e remeteu para o seu empresário todas as questões relacionadas com o mercado. Ontem, porém, Teodoro Fonseca não atendeu o telefone a O JOGO, pelo que não foi possível obter nenhuma reação sobre a suposta "oferta de 50 milhões de euros" dos blues pelo Incrível.

Fonte: ojogo.pt

EUA-Brasil (1-4)

Hulk e Danilo foram titulares no Brasil, Alex Sandro entrou nos descontos, Onyewu sofreu na defesa dos EUA


Estados Unidos-Brasil
Com uma grande atuação de Neymar, que marcou um de penalty e fez duas assistências, o Brasil goleou os Estados Unidos, em Maryland, nesta madrugada (4-1), confirmando a boa exibição do passado sábado, diante da Dinamarca.

Hulk e Danilo foram titulares na seleção brasileira, desta vez com atuação mais discreta do que no último jogo. Hulk formou o trio avançado com Leandro Damião e Neymar, e teve participação direta no terceiro golo, marcado por Marcelo, após jogada entre Hulk e Neymar.

Do lado norte americano, o sportinguista Onyewu regressou às opções iniciais de Klinsmann, mas teve uma noite difícil: cometeu o penalty que deu origem ao 1-0 (10 m), desviando com o braço um remate de Leandro Damião, e foi surpreendido por Thiago Silva, no lance do 2-0, após canto marcado por Neymar.

Estados Unidos-Brasil
Em cima do intervalo, Bradley e Johnson combinaram na esquerda, com Danilo a ser ultrapassado. O cruzamento foi concluído por Gomez, de cabeça, relanaçando a emoção para a segunda parte.

Porém, a eficácia brasileira acabou com o jogo no recomeço: com os EUA a ameaçarem a baliza de Rafael, um ataque rápido conduzido por Marcelo, foi prolongado pela combinação entre Hulk e Neymar. O craque do Santos cruzou para a finalização do lateral esquerdo do Real Madrid.
Estados Unidos-Brasil
Sem baixar os braços, os Estados Unidos voltaram a carregar e estiveram perto do 3-2, com o guarda-redes Rafael a efetuar três grandes defesas e Onyewu a cabecear à trave. Na resposta, Pato, que timnha entrado para o lugar de Leandro Damião, bateu Howard com um remate cruzado e fixou o marcador num resultado demasiado penalizador para a boa réplica norte-americana. Nos descontos, o portista Alex Sandro ainda pisou o relvado, tornando-se o quarto jogador da Liga portuguesa e entrar em ação num particular que teve Neymar como grande figura.
As equipas alinharam:

EUA: Howard; Cherundolo (Parkhurst, 72), Onyewu, Bocanegra, Johnson (Castilo, 80); Bradley, Jones (Beckerman, 80) Edu (Boyd, 72); Donovan, Gomez, Torres (Dempsey, 56).

BRASIL: Rafael; Danilo, Thiago Silva, Juan, Marcelo (Alex Sandro, 89); Sandro, Rômulo, Oscar (Giuliano, 88); Neymar (Lucas, 84), Hulk (Casimiro, 82), Leandro Damião (Pato, 65).

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores: Neymar (11 g.p.); Thiago Silva (26); Gomez (44); Marcelo (52) Pato (87).

Fonte: maisfutebol.iol.pt

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Incrível mantém-se no onze e Alex Sandro rende Marcelo

Hulk deverá voltar a ser titular da seleção do Brasil no particular de hoje com os Estados Unidos. O avançado do FC Porto, autor de dois golos contra a Dinamarca, atravessa um excelente momento de forma e devera atuar ao lado de Neymar e Pato, no ataque da "canarinha". Mas quem deverá mesmo beneficiar com as alterações promovidas por Mano Menezes é Alex Sandro, suplente utilizado contra a Dinamarca, e que desta vez tem fortes hipóteses de ocupar o lugar de Marcelo no lado esquerdo da defesa. Ao contrário de Hulk e Alex Sandro, o lateral Danilo é apontado, desta vez, como opção para o banco, depois de ter sido titular contra os dinamarqueses, permitindo assim usar Rafael, do Manchester United, no seu lugar. A confirmar.

Fonte: ojogo.pt 

O jogador do momento depois dos golos à Dinamarca

Os golos e a exibição contra a Dinamarca tornaram Hulk no centro das atenções na seleção brasileira. Ontem, até teve direito a responder a perguntas feitas por adeptos através da página oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Entre questões ligeiras como quando se apaixonou pelo futebol, o que come antes dos jogos, de onde vem o remate fortíssimo, a que fez o Incrível levantar da cadeira foi quando lhe perguntaram se a força do remate tinha alguma relação com a exposição aos raios gama, numa alusão às aventuras da personagem de banda desenhada com que passou a identificar-se. "O quê?", contestou o Incrível, acabando por não conseguir responder... Hulk confessou ainda gostar de todo tipo de música, mas em especial de relaxar ao som de "Sabor a mel", de Damares, música que a mãe lhe deu a conhecer: "Fala de alguém que sofreu, mas depois conquistou tudo para dar à família um patamar bom. Tem um significado especial", explicou.

Fonte: ojogo.pt

Chelsea fixa mira em Hulk

O imensamente publicitado interesse do Chelsea em Hulk é genuíno, mas ao Dragão ainda não chegou qualquer proposta concreta para a aquisição de um dos jogadores mais desejados do momento no futebol mundial. A Imprensa britânica continua a falar num acordo iminente entre os dois clubes por uma verba a rondar os 50 milhões de euros, que, no entanto, parece baixa para as pretensões da SAD portista, até por comparação com o valor que os londrinos terão pago para contratar o belga Eden Hazard ao Lille, ou seja, os mesmos 40 milhões que os ingleses davam inicialmente como sendo o valor do negócio de Hulk. Basta recordar que o FC Porto fixou em 100 milhões de euros a cláusula do seu jogador mais valioso, o que não quer dizer que o avançado só abandone o campeão nacional por esse valor. A vontade do brasileiro será tida em conta se chegar ao Dragão uma oferta interessante, em que dificilmente se enquadra um negócio avaliado em metade da cláusula de rescisão.

Apesar disso, em Inglaterra já se adianta percentagens para a conclusão do negócio para a próxima temporada. Segundo o "Telegraph", está noventa por cento concluído, embora o mesmo diário acrescente que o FC Porto até exigiu 75 milhões de euros pelo jogador, citando fontes oficiais dos "blues". O JOGO sabe, no entanto, que os dragões não falaram sobre números com nenhum clube nem com o representante do atleta, preferindo esperar que seja o próprio movimento do mercado a ditar o preço. Existe, sim, um compromisso de não impedir a saída de Hulk, mas apenas se chegar uma oferta considerável.

Teodoro Fonseca, sabe O JOGO, está autorizado pelo FC Porto a conversar com os clubes interessados em contratar o internacional brasileiro, dentro do tal compromisso de, esta época, não lhe cortar as pernas, embora Pinto da Costa até já tenha admitido fazer tudo para segurar o avançado no FC Porto durante a próxima temporada e prometido encetar diligências nesse sentido quando for oportuno.

Certo, para já, é que o interesse do Chelsea é intenso e genuíno, o que sugere desenvolvimentos para os próximos dias. A verdade é que a exibição que Hulk realizou pela seleção brasileira no mais recente particular frente à Dinamarca ajudou a inflacionar ainda mais um jogador que já estava bastante valorizado pelo rendimento apresentado nas últimas épocas, para além das boas indicações que André Villas-Boas deu dele ao clube londrino. A julgar pelas redes sociais, os adeptos do Chelsea também estão bastante entusiasmados com a hipótese de juntar Hulk a Hazard no ataque dos campeões europeus.

Inglaterra será, de qualquer forma, o destino mais provável do avançado até porque é na Premier League que se concentra a maior capacidade de investimento, com quatro aparentes exceções: Real Madrid, Barcelona, Anzhi e PSG. Destes, Hulk parece despertar o interesse apenas dos franceses e dos russos, que, no entanto, sabe O JOGO, não são destinos que encantem o brasileiro.

Fonte: ojogo.pt

terça-feira, 29 de maio de 2012

Perguntou ? O Hulk responde !

O atacante Hulk, respondeu a perguntas feitas pelos internautas.
Para verem a entrevista cliquem no link que se segue: http://www.cbf.com.br/noticias/selecao-brasileira/2012/5/29/perguntou-hulk-responde!

Mano testa Hulk, Neymar e Pato juntos no primeiro treino nos EUA


O técnico Mano Menezes testou Neymar, Alexandre Pato e Hulk juntos no ataque da Seleção Brasileira no primeiro treino nos Estados Unidos, nesta segunda-feira, para o confronto contra os americanos, quarta, em Washington.

Como o zagueiro David Luiz está com uma lesão muscular e está fazendo apenas tratamento, Mano só contou com 21 jogadores no campo da American University e não pôde armar duas equipes no treinamento. Assim, um time atuou com dez jogadores (incluindo goleiro) e outro com apenas nove.
Neymar em treino desta segunda-feira: santista junto a Hulk e Pato no ataque (Foto: Mowa Press)

A equipe que contou com Hulk, Neymar e Pato teve também o goleiro Rafael Cabral, o lateral-direito Rafael Silva (do Mancheste United), o zagueiro Thiago Silva, o lateral-esquerdo Alex Sandro, os volantes Casemiro e Sandro e o meia Oscar, ou seja, sem um zagueiro.

No outro lado, o time sem goleiro (Jefferson e Neto fizeram um trabalho à parte) jogou com o lateral-direito Danilo, os zagueiros Juan e Bruno Uvini, o lateral-esquerdo Marcelo, o volante Romulo, o meia Giuliano e os atacantes Lucas, Leandro Damião e Wellington Nem.

A Seleção voltará à treinar na terça no estádio FedExField, local da partida de quarta. O jogo terá início às 21h07 (de Brasília), com transmissão ao vivo da Rede Globo e do GLOBOESPORTE.COM.

Fonte: globloesporte.globo.com

Danilo: "Estou a tentar convencer Hulk a ficar"

 
Ponto prévio: Danilo apresentou-se bem-disposto para uma conversa exclusiva com O JOGO, em que um dos temas abordados - incontornável, neste momento - foi o futuro de Hulk, com quem o lateral tem partilhado os últimos tempos na seleção brasileira. A especulação sobre uma possível transferência do avançado tem atingido uma velocidade anormal, sobretudo depois da brilhante exibição que realizou frente à Dinamarca. Os dois golos marcados ajudaram a reforçar a ideia de que os interessados estarão ainda mais... interessados. É mesmo assim, apesar de Hulk ter confessado na véspera do jogo que não sabe mesmo se vai partir durante este verão, uma tese reforçada por Danilo, que também garante não saber de nada. O que Danilo imagina, ou melhor, não imagina, é como será jogar no FC Porto sem Hulk. Por entre sorrisos e uma boa disposição natural, o lateral lá confidenciou que está a tratar de "obrigar" o avançado a continuar por Portugal. "Estou a torcer para que ele fique connosco na próxima época e tenho-lhe dito isso várias vezes aqui na seleção. Não consigo imaginar como será jogar sem ele no FC Porto... Aliás, estou a tentar convencê-lo a ficar (risos)", atirou Danilo, antes de avançar para a parte mais real e menos ligeira da conversa: "Agora mais a sério: ele é que tem de decidir o que é melhor para a sua carreira. Também temos outros jogadores excecionais no clube. Não sei se o vamos conseguir substituir, porque só há um Hulk, mas temos muitos jogadores de qualidade e com capacidade para manter o clube sempre lá em cima", atirou.

Neste jogo de dúvidas, há uma que parece ter deixado de existir no passado sábado: a desconfiança com que os brasileiros olhavam para Hulk sempre que o avançado representava a seleção. "Isso acabou depois daquele jogo com a Dinamarca. Acho que no Brasil já ninguém se atreverá a ter dúvidas sobre o verdadeiro valor de Hulk", afirmou Danilo, que disse não se ter cansado de promover a qualidade do companheiro de equipa pelo Brasil durante os dias que antecederam a concentração na seleção. "Ele tem vindo a provar há muito tempo que é um jogador excecional. Só lhe faltava mesmo uma grande exibição na seleção, como foi o caso desta com a Dinamarca. Hulk deixou os brasileiros muito felizes e matou as dúvidas sobre o seu verdadeiro valor. Aquele é o nível dele; é um jogador que consegue fazer sempre a diferença", explicou. Mas será que os brasileiros perceberam mesmo?

Fonte: ojogo.pt

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Brasil rendido ao «Incrível Hulk»

Imprensa brasileira diz que o avançado foi fulcral na vitória da seleção e fala já nos Jogos Olímpicos


A imprensa brasileira é unânime em reconhecer que Hulk foi o principal responsável pela vitória do Brasil sobre a Dinamarca. O avançado do F.C Porto marcou dois golos e criou a jogada que culminou com outro golo. O «Globo Esporte>» fala «da força de Hulk», diz que o avançado «brilhou em Hamburgo» e chega a escrever que «o incrível Hulk dominou o primeiro tempo». O site fala ainda dos rumores que colocam Hulk no Chelsea na próxima época

Também o «Lance» frisa o papel do avançado no jogo, dizendo que «deu ainda mais leveza à equipa». Para os jornalistas do Lance, «Hulk sentiu-se com a mesma liberdade que tem com a camisa azul e branca do Porto» ao envergar a camisola da seleção canarinha. «O atacante do Porto não deu tempo para os rivais respirarem», lê-se ainda.

O site aborda então a questão das Olimpíadas, dizendo que, «se Mano Menezes tinha alguma dúvida se levaria Hulk para os Jogos Olímpicos de Londres como um dos jogadores acima de 23 anos, ficou com a pulga atrás da orelha».

A «Gazeta Esportiva» chama a Hulk «substituto de Neymar» [já que a estrela do Santos foi dispensada do jogo com a Dinamarca] e diz que o avançado se mostrou «bastante convincente no primeiro tempo».

Fonte: maisfutebol.iol.pt

«Estava na hora do Hulk fazer um golo» - Mano Menezes

Hulk bisou no ensaio com a Dinamarca (foto AP)

Mano Menezes aplaude os dois golos apontados por Hulk no particular com a Dinamarca e diz que o avançado do FC Porto pode ser muito importante na seleção do Brasil.

«Lembrei no treino que estava na hora do Hulk fazer um golo pela seleção brasileira. Ele faz muito pelo Porto, já estava no tempo de um jogador como ele, de força, de conclusão, fazer um golo. Estamos muito felizes, porque só com jogadores com essa capacidade teremos uma seleção como queremos», justifica o técnico.

De acordo com a Imprensa brasileira, a exibição diante da Dinamarca pode render ao Incrívelum lugar nos Jogos Olímpicos.

«Os golos foram bonitos pelas jogadas. O Oscar roubou uma bola, driblei o goleiro e fiz um belo golo. O Mano está observando com calma, dando hipóteses aos jogadores, aos que estão aqui e aos que não vieram. Temos que aproveitar as chances para estar sempre aqui», diz Hulk, consciente de que a exibição de sábado pode não ser suficiente para carimbar o passaporte para Londres.

«Não chega a ser frustrante [ficar de fora]. Você fica magoado, mas é opção do treinador. São grandes jogadores, atletas de qualidade e quem for chamado vai ajudar», realça.

Fonte: abola.pt

Vitor Pereira: "Tenho de estar preparado para a saída do Hulk"


Depois dos dois golos marcados por Hulk à Dinamarca, os seus primeiros pelo Brasil, é natural que a sua cotação no mercado dispare mais um pouco. Assim sendo, é inevitável que seja transferido? "O Hulk é super, é um jogador de um nível elevadíssimo. Neste momento é nosso jogador, trabalho a pensar que ele fica, mas tenho de estar preparado para a sua saída. Gostaria que continuasse, mas se não for possível teríamos de nos dinamizar de outra forma", desviou Vítor Pereira, que não consegue comparar uma eventual saída de Hulk à perda de Falcao no último verão: "São dois jogadores excecionais, um mais no espaço central, envolvido em toda a dinâmica, e o Hulk sobretudo no corredor, ainda que o tenha usado algumas vezes ao meio, sendo fortemente criticado por isso, mas ganhando o campeonato." O treinador não deixa de reconhecer, porém, que a saída do Incrível teria implicações na forma de definir os lances de ataque.

Fonte: ojogo.pt

domingo, 27 de maio de 2012

Hulk aplaudido por... dinamarqueses


Brasil vs Dinamarca (EPA/Daniel Reinhardt)
Adeptos da Dinamarca estavam em maioria e, por altura do anúncio individual dos onzes iniciais, todos os jogadores brasileiros foram apupados. Quase todos. Sem explicação conhecida, Hulk foi o único aplaudido. Pelos vistos, a fama do portista já chegou longe e voltaria a ser aplaudido na substituição.


Fonte: ojogo.pt

Hulk: «Se não for aos Jogos Olímpicos fico magoado»

Avançado do F.C. Porto faz questão de ir a Londres


Poucas palavras, mas relevantes. Hulk falou à TV Globo após os seus dois primeiros golos ao serviço do Brasil, frente à Dinamarca, e demonstrou enorme felicidade. O avançado do F.C. Porto foi lançado a titular por Mano Menezes no amigável realizado na Alemanha.

«O objetivo era entrar em campo, ajudar a Seleção e aproveitar essa oportunidade acima de tudo. Ajudei bastante», referiu Hulk, que logo a seguir à partida esteve à conversa com os restantes jornalistas. Para dizer, acima de tudo, que ficará «magoado» se não for chamado aos Jogos Olímpicos.

«O Mano está a observar com calma, a dar oportunidades aos jogadores, aos que estão aqui e aos que não vieram. Temos de aproveitar para estar sempre aqui. Mas é claro que vou ficar magoado se não for chamado às Olimpíadas», disse o Incrível.

Fonte: maisfutebol.iol.pt

Hulk: "A minha imagem saiu reforçada"


No dia em que se estreou a marcar pelo Brasil, Hulk fê-lo a dobrar. A grande exibição foi importante para convencer Mano Menezes a levá-lo aos Jogos Olímpicos, mas também para se tornar mais conhecido no seu país. "Saí do Brasil muito novo, o campeonato português não é muito seguido, mas o meu objetivo é mostrar que tenho valor para estar aqui. Desta vez, a minha imagem saiu reforçado no Brasil", vinca, "feliz por ter conseguido marcar dois golos." "Ainda não tenho um grande nome na seleção brasileira, até porque há milhares de jogadores que sonham estar aqui. O meu objetivo é o mesmo, estar aqui. Felizmente está tudo a correr muito bem", prossegue.

Para o selecionador, nunca houve dúvidas. "Estava na hora. Mano Menezes tinha-me dito na véspera que estava na hora de marcar. E foram dois, ou seja, ainda foi melhor", prossegue o craque, radiante com a forma como o jogo lhe correu. "Joguei na direita, onde mais gosto, e com liberdade para chegar ao centro, ao lado esquerdo... E isso foi muito importante para mim. Deu certo", regozija-se.

O lugar nos 23 que vão aos Jogos Olímpicos é que ainda não está assegurado. "O Mano está a observar os jogadores e há alguns que estão na lista que não participaram neste jogo. Tratei de aproveitar esta oportunidade para poder estar nas Olimpíadas", resumiu.

Fonte: ojogo.pt

sábado, 26 de maio de 2012

Hulk mostrou a Portugal como bater a Dinamarca

Avançado do F.C. Porto estreou-se a marcar pela selção e tomou-lhe o gosto



A seleção olímpica do Brasil, com Hulk em plano de destaque, bateu a Dinamarca, adversária de Portugal no Euro-2012, por 3-1, num jogo particular no Arena de Hamburgo, na Alemanha, com José Mourinho a assistir. O avançado do F.C. Porto estreou-se a marcar pela seleção, com dois golos, e esteve ainda no lance do terceiro.

Hulk abriu o marcador, logo aos 7 minutos, com uma «bomba» à entrada da área, sem hipóteses para Sorensen. Cinco minutos depois, erro tremendo da defesa dinamarquesa, Oscar tentou servir Hulk, mas Zimling, na tentativa de intercetar o lance, atirou para as próprias redes.

A perder por 0-2 aos 12 minutos, Morten Olsen viu a vida a andar para trás aos 24, quando o guarda-redes Sorensen chocou com Schone obrigando a uma dupla substituição. A Dinamarca procurou reagir antes do intervalo, mas Hulk voltou a marcar, aos 43 minutos, depois de mais uma recuperação de bola de Oscar.
A vencer por 3-0 ao intervalo, o Brasil levantou o pé na segunda parte e a Dinamarca, cresceu. Daniel Wass, lateral do Benfica, que na última temporada esteve emprestado ao Evian, da liga francesa, foi titular. Zimling acabou por redimir-se do erro que cometeu na primeira parte, aos 70 minutos,com um bom lance pela esquerda que culminou com uma cruzamento bem medido para Bendtner finalizar.
 
O Brasil, com uma seleção muito jovem, que se está a preparar para os Jogos Olímpicos de Londres, além de Hulk, jogou ainda com Danilo no lado direito da defesa, enquanto Alex Sandro entrou no decorrer da segunda parte para o lugar de Marcelo.
José Mourinho foi um dos atentos espetadores no Arena de Hamburgo. Segundo a imprensa espanhola, o treinador do Real Madrid foi observar Lucas Moura, estrela do São Paulo.



Equipas:

BRASIL: Jefferson; Danilo (Rafael, 72m), Thiago Silva, Juan e Marcelo (Alex Sandro, 68m); Sandro (Casemiro, 84m), Rômulo, Lucas (Giuliano , 81m) e Oscar; Leandro Damião (Wellington Nem, 75m) e Hulk (Bruno Uvini, 90m).

DINAMARCA: Sorensen (Stephan Andersen, 24m); Daniel Wass, Kjaer, Daniel Agger e Simon Poulsen; Christian Poulsen (Jakob Poulsen, 46m), Christian Eriksen (Rommedahl, 63m), Schone (Kahlenberg, 24m) e Zimling; Bendtner e Krohn-Dehli (Nicklas Pedersen, 83m).

Fonte: maisfutebol.iol.pt

Ex-diretor do Chelsea põe o Incrível nos píncaros

O JOGO encontrou em Hamburgo o antigo diretor desportivo do Chelsea, Frank Arnesen. O dinamarquês esteve quase seis anos no clube londrino, tendo saído em 2011, mas com um conhecimento profundo de Hulk e dos principais jogadores do campeonato português. Agora no Hamburgo, Arnesen foi evasivo na conversa com o nosso jornal, recusando entrar em detalhes sobre observações a Hulk nos seus tempos em Stamford Bridge. "Não gosto de falar sobre isso, porque já não estou lá", começou por referir, contornando avaliações pormenorizadas, mas alertando para a dimensão que o Incrível tem, há já algum tempo, entre a nata do futebol internacional. "É lógico que um clube como o Chelsea segue um jogador como o Hulk, mas não éramos os únicos. Acredito que os maiores emblemas do mundo já estão atentos há muitos anos", comentou o dinamarquês, que nos seus tempos em Londres até tinha um observador em permanência no Norte de Portugal. Em Hamburgo, Arnesen admite não ter argumentos para os melhores jogadores do nosso campeonato, pelo que, acrescenta, não planeia fazer compras no nosso país.

Fonte: ojogo.pt

Hulk: "Quero ir aos Jogos Olímpicos"

Hulk prepara-se para somar esta tarde a sua 10ª internacionalização pela seleção do Brasil, embora tenha um objetivo bem concreto para os particulares que se seguem: "Jogar bem para estar nos Jogos Olímpicos." "É sempre bom representar o meu país e espero aproveitar estes quatro jogos para garantir uma vaga nas Olimpíadas", referiu. No caso do avançado, e tendo em conta que já tem mais do que 23 anos, a luta pelas três vagas disponíveis faz-se com o guarda-redes Jefferson e os defesas David Luiz, Thiago Silva e Marcelo, embora para ir a Londres também seja necessária uma autorização do FC Porto. "Isso é o menos. Não conversámos sobre isso, mas se for chamado tenho a certeza de que não haverá nenhum problema." Hulk garantiu ainda que aproveitou "a última semana para descansar", pelo que se sente "preparado" para o jogo de hoje com a Dinamarca, mesmo depois de uma época "desgastante".


Fonte: ojogo.pt

Hulk: "Se tiver que ficar também ficarei bem"

Hulk está como os adeptos do FC Porto, com dúvidas. Muitas dúvidas, diz ele. Assunto? O inevitável: uma possível saída do clube onde brilhou durante os últimos quatro anos. O brasileiro, agora em representação da sua seleção, garante que nem sequer pretende ouvir falar de propostas durante os tempos mais próximos, até porque, para já, tem um objetivo bem definido: representar bem o Brasil nestes quatro particulares para garantir uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres. No entanto, o assunto é incontornável, até porque Teodoro Fonseca, o seu empresário, vai garantindo que não faltam clubes interessados em contratá-lo. Hulk é que diz não querer saber do assunto. Pelo menos para já. "Neste momento, tenho tentado deixar de lado tudo o que diga respeito ao FC Porto ou a uma possível transferência. Quero estar concentrado na seleção, porque só assim poderei ter êxito aqui. O meu objetivo passa por estar bem nestes quatro jogos e, para que isso possa acontecer, não me posso distrair com esses assuntos. Tem sido assim até aqui e continuará a sê-lo nos próximos tempos", começou por referir a O JOGO.

Sair ou continuar é uma dúvida que não o afeta, sobretudo depois de ter ouvido Pinto da Costa garantir que tudo fará para o manter no Dragão na próxima temporada. Afinal, o que pode o presidente do FC Porto fazer para convencer Hulk a ficar? Nem o brasileiro parece saber a resposta. "É difícil comentar isso neste momento. Se houver alguma coisa, o presidente Pinto da Costa conversará com o meu empresário. Saio se tiver que sair, mas se tiver que ficar também ficarei bem. Tenho dito sempre o mesmo nos últimos tempos. Temos de ver o que é melhor para mim, mas também para o clube, embora agora o que quero mesmo é estar bem na seleção", referiu.

Neste jogo de palavras, fica uma certeza dada por Hulk: "Esteja onde estiver, serei portista para sempre. E isso eu posso garantir. Serei sempre do FC Porto, independentemente do que me reservar o futuro. Aprendi a amar o clube, que levarei para sempre no meu coração. Em Portugal, vou torcer para que o FC Porto vença cada vez mais." Afinal, Hulk também tem sido tema de conversa quase diária na Imprensa, mas também por entre a nação portista, que mantém uma secreta esperança de que ainda é possível manter no clube um dos jogadores mais cobiçados do planeta. Nesse sentido, também sobraram algumas palavras para os portistas, que o avançado fez questão de transmitir através de O JOGO. "Quero agradecer aos adeptos tudo o que sempre fizeram por mim. Sempre me trataram com um grande carinho. E se eles têm dúvidas se vou continuar na próxima época, posso garantir-lhes que eu estou igual: também não sei se ficarei ou se vou sair." E com esta, Hulk lá se despediu, até porque estava na hora de começar a treinar.

Fonte: ojogo.pt

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Hulk e Danilo sempre juntos

RUMO A HAMBURGO


Hulk e Danilo viajaram juntos do Rio de Janeiro para Hamburgo, onde o escrete defronta amanhã a Dinamarca, em jogo particular. Alex Sandro também seguiu viagem, mas partiu de S. Paulo.

Na chegada à Alemanha, tanto Hulk como Danilo colocaram-se à disposição de Mano Menezes para integrarem os convocados para os Jogos Olímpicos.

À margem dessa situação, o empresário do Incrível, Teodoro Fonseca, vincou à “10Sport” que, para além de clubes ingleses, há também um espanhol e outro russo interessados no extremo.

Fonte: record.pt

Incrível desconversou sobre o futuro

O suposto interesse do Chelsea em Hulk para substituir Drogba foi ontem desvalorizado pelo avançado do FC Porto. Em declarações à Imprensa brasileira, Hulk ter-se-á mostrado "pouco confortável" quando foi convidado a comentar esta possibilidade, tendo preferido passar a responsabilidade desta decisão para Teodoro Fonseca. "Há comentários de propostas de diversos clubes, mas eu prefiro deixar esse tipo de assunto para o meu empresário. O Drogba é um grande atacante", limitou-se a responder o avançado, no momento do embarque da seleção para a Alemanha, onde, amanhã, defrontará a Dinamarca no primeiro de quatro jogos amigáveis.

Aliás, Hulk encontra-se ao serviço da seleção para tentar encontrar espaço na lista de convocados para os Jogos Olímpicos de Londres, mas, nestas declarações, até se mostrou mais ansioso com o jogo particular frente à Argentina, marcado para o dia 9 de junho nos Estados Unidos. "Todos os jogadores querem jogar nesse jogo. É um clássico e tenho a certeza de que o Brasil se sairá bem. Será o meu primeiro jogo contra a Argentina e espero ter a oportunidade de jogar", confessou o brasileiro.

Fonte: ojogo.pt

3 Questões a Drulovic, Antigo jogador do FC Porto

"Hulk é argumento para a Champions"


1

Acha que pode ter chegado a hora de o FC Porto abrir mão de Hulk?

Essas coisas são planeadas atempadamente e normalmente aposta-se em duas ou três transferências todas as épocas. Mas não me parece, por vontade do FC Porto pelo menos. Se é como dizem que querem apostar mais na Liga dos Campeões, as ambições têm de ser acompanhadas de argumentos a condizer e o Hulk seria um argumento de peso.


2

O que é que o FC Porto pode fazer mais para segurá-lo?


Uma melhoria de contrato com uma cláusula que lhe permita sair, porque ninguém gosta de ficar contrariado, caso contrário não rende. O Hulk é um jogador em foco e esta época não fugiu à regra, embora eu até ache que ele rendeu mais com André Villas-Boas, mas penso que ainda lhe podem prometer uma saída para uma altura mais oportuna para todos.


3

Ele já é o mais bem pago da equipa. Aumentá-lo não poderá destabilizar o plantel?


É normal que os melhores jogadores ganhem mais, como em qualquer outra profissão. Ninguém poderá contestar que ele é o mais valioso para os cofres do clube. Aliás, acho que muitos jogadores deverão até sentir-se mais motivados se souberem que o Hulk continua, porque será um sinal de que o clube aposta forte na temporada.

Fonte: ojogo.pt

Teodoro Fonseca: "Hulk ainda pode esperar para sair"

Depois de Pinto da Costa ter prometido, na semana passada, que tudo iria fazer para segurar Hulk, Teodoro Fonseca, representante do Incrível, garantiu a O JOGO ainda não ter sido contactado para falar sobre esse assunto. Porém, também não mostrou muita pressa em negociar a saída do brasileiro, apesar das constantes aproximações ao mercado inglês, sobretudo nos últimos dias. "Ainda não falámos com Pinto da Costa, por isso não sabemos o que o FC Porto poderá fazer para o tentar segurar mais uma temporada, mas ouvimos as declarações do presidente e é um orgulho para nós ver que há tanto carinho no clube pelo Hulk. Mas, sublinho, a haver uma transferência nada será feito sem ouvirmos todas as partes interessadas. O Hulk é novo, tem aguentado bem a pressão e ainda pode esperar para sair do FC Porto", garantiu a O JOGO.

O mercado de transferências ainda nem aqueceu e o nome de Hulk tem sido dos mais apontados aos grandes emblemas da Europa, contudo, a julgar pelas palavras do empresário, ainda ninguém apresentou uma oferta: "Não recebemos propostas concretas, apesar de as sondagens serem frequentes, mas nada de anormal nesta altura. Talvez um pouco mais do que em anos anteriores, mas isso é fruto da excelente época que acabou por fazer no FC Porto". Aliás, de acordo com Teodoro Fonseca, há dois nomes que dominam o defeso, neste momento. "No mercado atual, Hulk e Neymar são os jogadores mais cobiçados, estão no mesmo patamar. Até por isso, é necessário resguardar os interesses financeiros e profissionais dele. Mas fica a garantia de que Hulk só trocará o FC Porto por um grande clube e uma grande liga e posso dizer que a Premier League agrada-nos muito", confessou.

O sonho inglês parece mesmo mais próximo, no contexto atual: "Neste momento, o Chelsea é um clube mais interessante do que nunca, porque foi campeão europeu e é sem dúvida um dos maiores da Europa. Muitos gostariam de jogar lá e claro que também nos agradaria muito. Sabemos que vão precisar de se reforçar, porque já perderam Drogba e pode perder mais jogadores importantes e isso talvez aumente as chances de aproximação, mas é como eu disse antes, só daremos um passo depois de ouvir os dirigentes do FC Porto."

Fonte: ojogo.pt

quinta-feira, 24 de maio de 2012

«A liga portuguesa já é pequena para Hulk», diz agente

Teodoro Fonseca garante que há «quatro clubes em Inglaterra interessados, além do Chelsea»


As palavras são de Teodoro Fonseca, empresário de Hulk. Para o agente, a liga portuguesa já é demasiado pequena para o talento do avançado do F.C. Porto.

«O F.C. Porto é um grande clube, tem uma grande estrutura e um alto ranking na Europa. O problema é a liga portuguesa», afirmou Teodoro Fonseca ao jornal Lance.

«O Hulk já foi campeão de tudo no Porto, menos da Liga dos Campeões, conquistada pelo Chelsea. Ele tem o sonho de ser campeão da Champions e de se afirmar na seleção do Brasil . Para isso, ele agora vai ter de dar um salto para um campeonato mais competitivo.»

Inglaterra é o destino provável. «Admiramos muito a Premier League.»

No meio desta declaração de interesse, faltou a confirmação de uma proposta oficial. Há interesse, sondagens, mas nenhuma oferta concreta ao F.C. Porto, de acordo com Teodoro Fonseca.

«Proposta, não. Há o interesse, mas até agora não houve nada além disso. Vou começar a tratar disso na próxima semana. Há mais quatro clubes interessados na Inglaterra, além do Chelsea», assegurou o agente do atacante.

Confrontado com a cláusula de rescisão no valor de 100 milhões, Teodoro Fonseca mostrou confiança na flexibilidade do F.C.Porto.

«O que vai prevalecer é a vontade do jogador. Claro que não é fácil, vai ter de haver uma negociação, mas o Porto não diz que só vende por 100 milhões.»

Fonte: maisfutebol.iol.pt

terça-feira, 22 de maio de 2012

Hulk diz que teve 'ano bom' no Porto, mas admite que foi pior que o anterior

Jogador destaca temporada 'quase perfeita' em que o Porto venceu quatro dos cinco títulos disputados e admite que não conseguiu repetir feito

Hulk é ídolo em Portugal, mas evita falar sobre seu futuro: 'Isto é assunto para meu empresário'
(Foto: Reuters)



O atacante paraibano Hulk, do Porto, fez uma avaliação positiva da última temporada, em que o jogador se sagrou bicampeão português pelos Dragões. Ele disse que teve mais um excelente ano em terras lusitanas, mas admitiu que comparativamente ficou a dever com relação ao anterior, quando o clube alviceleste conquistou quatro dos cinco títulos disputados.

- Nosso time foi campeão português e isto foi muito bom. Mas é inegável que a temporada 2010/2011 foi muito melhor do que esta última. Naquela vez fomos praticamente imbatíveis e vencemos quase tudo o que disputamos – frisou.Na temporada a que se refere Hulk, o Porto foi campeão da Liga Europa, da Liga Portuguesa, da Taça de Portugal, e da Supertaça de Portugal. O jogador ainda foi o artilheiro do campeonato nacional com 23 gols.

Desta vez, “apenas” um título, o bicampeonato português. Muito comemorado pelo torcedor do Porto e pelo jogador, mas que ainda assim se diz consciente de que o time não repetiu o que tinha conseguido uma temporada antes.

- É mesmo difícil você igualar uma temporada que foi quase perfeita. A temporada 2011/2012 foi boa, mas na anterior ganhamos quatro dos cinco títulos possíveis – comparou.

Só sei que vou continuar na Europa"
Hulk

O atleta paraibano, que está de férias em sua terra natal, a Paraíba, e se prepara para na quarta-feira se apresentar à Seleção Brasileira, falou rapidamente de seu futuro. Ele garante que permanecerá na Europa, mas faz mistério sobre se continua no Porto.

- Não falo sobre transferências. Isto é assunto para o meu empresário. Só sei que vou continuar na Europa. E que em julho eu retorno para lá – destacou, sem entrar em detalhes se ao retornar para a Europa se reapresenta ao Porto ou se vai para outro clube do continente.

Hulk participa de quatro amistosos pela Seleção entre 26 de maio e 9 de junho. Depois retorna para a Paraíba para completar suas férias e só em julho volta à Europa.

Fonte: ojogo.pt

Abramovich dá luz verde para contratação de Hulk e Falcao

Hulk e Falcao junto no Chelsea (foto ASF)

Depois de conquistar a Liga dos Campeões, o proprietário do Chelsea vai abrir os cordões à bolsa para reforçar a equipa. Segundo o “Daily Mirror”, Roman Abramovich deu luz verde para atacar em várias frentes e Hulk, do FC Porto, surge como um dos alvos prioritários, tal como Falcao (At. Madrid), Modric (Tottenham) e Hazard (Lille).

Gonzalo Higuaín (Real Madrid) e Edson Cavani (Nápoles) estão igualmente referenciados, porém, a prioridade, e um desejo antigo do milionário russo é reunir em Stamford Bridge Hulk e Falcao, dupla que tanto sucesso deu ao FC Porto.

Modric, que o Chelsea tentou, sem sucesso, contratar na época passada, é outro jogador prioritário para o clube londrino, tal como Hazard, esperando-se uma dura batalha, com United e City na corrida, pela contratação do melhor marcador do campeonato francês.

De saída, para já, estão Didier Drogba, Salomon Kalou e o português José Bosingwa.

Fonte: abola.pt

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Antes de se apresentar à Seleção, Hulk curte festa em João Pessoa

Rodeado de amigos, o paraibano desfilou com a camisa do Porto em show de Aviões do Forró e Chiclete com Banana em praia da capital


De férias em João Pessoa após a conquista do bicampeonato português pelo Porto, o atacante Hulk aproveitou o domingo para curtir o show de Aviões do Forró e Chiclete com Banana, na Praia do Bessa. Rodeado de amigos, o paraibano desfilou com a camisa do Porto e presenteou o vocalista da banda de forró, Xand Avião, com uma delas.

Hulk presenteia Xand Avião com uma camisa do Porto em show na Paraíba (Foto: Divulgação/ Aviões do Forró)

O jogador embarca nesta segunda-feira para o Rio de Janeiro e já fica na cidade para se apresentar na quarta à Seleção Brasileira. É que ele foi convocado pelo técnico Mano Menezes para disputar quatro amistosos entre os dias 26 de maio e 9 de junho.

O primeiro jogo será contra a Dinamarca no dia 26 de maio, em Hamburgo, na Alemanha. Os outros três serão em território norte-americano: contra os Estados Unidos, no dia 30 de maio em Washington; contra o México, no dia 3 de junho em Dallas; e contra a Argentina no dia 9 de junho, em Nova Jersey.


Hulk foi convocado e está na briga para conquistar uma das três vagas para as Olimpíadas de Londres destinadas a atletas com mais de 23 anos. O lateral-esquerdo Marcelo (Real Madrid), o goleiro Jéfferson (Botafogo), e os zagueiros Davi Luiz (Chelsea) e Thiago Silva (Milan) são os outros atletas acima da idade que foram convocados. Daniel Alves também foi chamado, mas acabou cortado por causa de uma fratura na clavícula.

Após a temporada de amistosos, ele retorna à Paraíba e diz que vai finalmente curtir as férias, já que para ele este início foi “bastante regrado”. O atacante volta para a Europa no início de julho, mas ainda não se sabe se ele continua no Porto, já que ele tem várias propostas de outros clubes para estudar.

Fonte: globoesporte.globo.com

Dragão desafia a crise

SAD PODE FAZER MAIOR ENCAIXE FINANCEIRO DE SEMPRE



Um FC Porto sem petrodólares árabes, mas em contraciclo com a generalidade dos emblemas europeus, pode muito bem realizar o maior encaixe financeiro da sua história quando o mercado de transferências do Velho Continente atravessa um período de franca contenção. A receita passa, como sempre, pela exportação.

Hulk é a alavanca que deverá levar os dragões a ultrapassarem o seu máximo histórico num único defeso: os quase 72 milhões de euros arrecadados em 2004, após a conquista da Liga dos Campeões em Gelsenkirchen. À altura, com os 30 milhões de euros averbados na transferência de Ricardo Carvalho também para o emblema inglês à cabeça, os portistas receberam ainda 20 milhões de euros pela saída de Paulo Ferreira; 15 milhões referentes à venda de Deco – mais Quaresma, com um passe avaliado em 6 milhões de euros –; mais 6 milhões pela rescisão de José Mourinho, que rumou, também ele, ao Chelsea; e ainda 750 mil euros da mudança de Alenichev para o Spartak Moscovo.

Fonte: record.pt

Teodoro Fonseca: «Há muita pressão sobre o Hulk»

SERÁ DIFÍCIL MANTER O BRASILEIRO



Por muito que Pinto da Costa queira fazer tudo para manter Hulk no FC Porto, pelo menos durante mais uma época, é muito difícil que esse desejo do presidente venha a concretizar-se. Isto porque há muito em jogo. Desde logo a vontade do jogador em mudar-se para um campeonato mais mediático, onde são vários os clubes prontos a recebê-lo de braços abertos. Nem todos têm capacidade económica para o contratar, mas há gente com argumentos suficientes para o seduzir. Disso mesmo deu conta o seu empresário.

“Há muita pressão sobre o Hulk, até porque toda a gente sabe que são vários os clubes interessados na sua contratação. Já o tinha referido anteriormente e daí para cá nada se alterou”, revelou Teodoro Fonseca, a Record, desde Munique, enquanto esperava pela final da Liga dos Campeões. Uma boa oportunidade para conversar com os responsáveis do Chelsea, um dos finalistas e potencial interessado na aquisição do Incrível. A esse respeito, nem uma palavra do seu representante.

Fonte: record.pt

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Hulk revela que 'caso de amor' com o Porto começou quando tinha 15 anos

Atacante relembra o dia que, ainda como juvenil, foi ver os Dragões e se emocionou com a torcida: 'Ainda vou jogar neste time', prometeu na época

Hulk em João Pessoa (Foto: Renata Vasconcellos)
Hulk relembra do dia em que se emocionou com atorcida do Porto, seis anos depois de jogar lá(Foto: Renata Vasconcellos)
Hulk entra no Estádio das Antas, em Portugal, para mais um jogo do Porto. A torcida que lota o local está em polvorosa. Canta ao longo dos 90 minutos, ergue bandeiras e faixas em azul e branco e empurra o time. A festa é maravilhosa, e o paraibano se emociona, encantado com a festa que presencia.

Não, Hulk não estava em campo naquela oportunidade. O ano era 2002, e ele era apenas um garoto de 15 anos, pobre, que viajara para Portugal para sua primeira tentativa de fazer sucesso no futebol europeu. Na oportunidade, ele vira para um amigo e diz com ênfase.

- Eu ainda vou jogar neste time. Ainda vou dar muita alegria a esta torcida maravilhosa.

É o próprio Hulk, de férias em João Pessoa, quem lembra da história. Hoje, aos 25 anos, o paraibano é o maior ídolo dos dragões. Artilheiro da temporada 2010/2011 do Campeonato Português, com 23 gols, ele é ainda o atual bicampeão lusitano e considerado o melhor jogador em atividade em Portugal. Naquela época, contudo, o paraibano juntou algum dinheiro no Brasil e foi se aventurar como juvenil do Vilanovense, time da Segunda Divisão de Portugal.


Ídolo do Porto, Hulk se emocionou com a torcida portuguesa seis anos antes de sua estreia no clube
(Foto: Reuters)

De origem pobre, nascido em Campina Grande, na Paraíba, o atleta passou por várias dificuldades no início da carreira. E lembra que, entre um treino e outro, o motorista do Vilanovense disse que iria levá-lo para assistir a um “verdadeiro jogo de futebol”.


Foi uma festa inesquecível, e naquele dia eu percebi que teria que jogar no Porto" - Hulk

O motorista era torcedor do Porto e foi ele quem levou o garoto para a tal partida no Estádio das Antas, que naquela época ainda era a sede do time azul e branco (o Estádio dos Dragões, atual praça esportiva do Porto, só seria inaugurado em 2003). Hulk recorda aquele momento.

- Nunca tinha sentido nada parecido com o futebol. Eu ainda era um pirralho e me vi nas arquibancadas do estádio. Estava lotado, e todos cantavam sem parar. Foi uma festa inesquecível, e naquele dia eu percebi que teria que jogar no Porto. Foi uma meta e um sonho que tracei para mim mesmo – explica.

Hoje, dez anos depois, ele confessa que nem mesmo lembra quem era o adversário do Porto na ocasião. Sabe apenas que era uma competição continental e que o clube português venceu a partida. Para ele, marcante mesmo foi ver pela primeira vez um estádio europeu lotado.

- A torcida é realmente fanática. Isto mexeu comigo.

De férias em João Pessoa, Hulk fala dos tempos em que pela primeira vez tentou a sorte na Europa
(Foto: Renata Vasconcellos)

Volta por cima

A passagem do paraibano por Portugal, no entanto, não durou muito. Ele não se adaptou direito ao pequeno Vilanovense e, sem muito mais dinheiro à disposição, precisou voltar para o Brasil. Foi se apresentar ao São Paulo, onde ficou ficou por seis meses, mais uma vez tentando a sorte no time juvenil. Outra decepção. Não foi aproveitado e acabou dispensado.

Sua próxima parada foi o Vitória. Começou a jogar como juvenil e rapidamente se adaptou ao futebol baiano. No clube, assinou seu primeiro contrato como profissional e chegou a jogar no time principal do Rubro-Negro baiano antes de se transferir para o futebol japonês.

menino fantasiado de Hulk na torcida do Porto (Foto: AP)Torcedor do Porto homenageia o atacante Hulk
com máscara do personagem da HQ (Foto: AP)



Canhoto, jogou como lateral-esquerdo e como meia antes de virar atacante. Passou cinco anos no Japão, onde defendeu três clubes (Tokyo Verdy, Consadole Sapporo e Kawasaki Frontale), sendo artilheiro em 2007, marcando impressionantes 37 gols. Em 2008, conversou com seu empresário e percebeu que tinha chegado a hora de novamente tentar espaço no mercado europeu. E foi quando lembrou de sua promessa ainda como adolescente.

- Recebemos propostas de vários clubes. O Atlético de Madri foi um dos que se interessaram. Mas o Porto também me queria, e isto pesou. Lembrei daquela minha primeira vez num estádio de futebol da Europa e vi que era o momento ideal para realizar o meu sonho. Não me arrependo de jeito nenhum. É incrível jogar lá – declara.

Hulk vestiu pela primeira vez a camisa do Porto em 2008, seis anos depois daquele primeiro contato com a torcida do clube. Virou unanimidade em Portugal e passou a ser o centro das atenções daquela mesma torcida que o deixou encantado no passado. Suas atuações em Portugal o credenciaram também para a Seleção Brasileira, sendo convocado pela primeira vez ainda na Era Dunga.

Hulk ao lado de Neymar e Marcelo: atuações no Porto o credenciaram para a Seleção Brasileira (Foto: AFP)
Agora com Mano Menezes, passou a ser figura recorrente nas escalações e é um dos cotados para compor a equipe olímpica que vai tentar o ouro inédito em Londres. Se conseguir vaga, será na cota de três atletas acima de 23 anos que cada seleção pode levar para a competição.

Sua permanência no Porto para a próxima temporada ainda não está certa, mas o jogador garante que vai permanecer na Europa.

- Não falo sobre transferências. Isto é assunto para meu empresário. Só sei que vou ficar na Europa. É onde eu quero continuar jogando, até porque minha família gosta de lá e já está adaptada – finalizou.



Fonte: globoesporte.globo.com

De férias na PB, Hulk segue treinando de olho em vaga na Seleção Olímpica

Bicampeão português, paraibano abriu mão de parte das férias para treinar e se preparar para amistosos que podem lhe garantir nos Jogos de Londres


Hulk em João Pessoa (Foto: Renata Vasconcellos)Hulk de férias em João Pessoa: feliz com a boa fase,
mas focado na Seleção (Foto: Renata Vasconcellos)
Ele cancelou parte das férias e mesmo em seu curto período de descanso, em que aproveita para rever amigos e familiares, segue treinando forte. Esta é a rotina do atacante Hulk, do Porto, ídolo maior do futebol português que desde o início da semana está na Paraíba, dividido entre sua cidade natal, Campina Grande, e a capital João Pessoa. Mas o jogador não reclama da rotina: Hulk tomou esta decisão para se manter em forma e focado nos quatro amistosos que vai realizar com a Seleção Brasileira entre 26 de maio e 9 de junho e que pode lhe confirmar nos Jogos Olímpicos de Londres.


- A expectativa é grande. Tenho que aproveitar as oportunidades e conquistar meu espaço na Seleção. Condições de estar no time eu tenho – declarou o paraibano, que se diz muito feliz por estar presente nesta espécie de pré-lista olímpica.O paraibano, atual bicampeão português e unanimidade em seu time, é um dos cinco jogadores acima dos 23 anos convocados para a Seleção (Daniel Alves também foi chamado, mas acabou cortado por causa de uma fratura na clavícula) e Mano já disse que é deste grupo que sairão os três acima da idade olímpica que estarão em Londres.

Tenho que aproveitar as oportunidades e conquistar meu espaço na Seleção. Condições de estar no time eu tenho"
Hulk, de olho em vaga no time olímpico


O Brasil joga contra a Dinamarca no dia 26 de maio, em Hamburgo, na Alemanha; e depois realiza mais três amistosos em território norte-americano: contra os Estados Unidos, no dia 30 de maio em Washington; contra o México, no dia 3 de junho em Dallas; e contra a Argentina no dia 9 de junho, em Nova Jersey. De todos estes jogos, ele admite que enfrentar a “arquirrival” Argentina vai ter um gosto especial.

- Argentina é sempre Argentina. Desde pequeno nós aprendemos a nutrir esta rivalidade. Vai ser um jogo especial, então. Mas independente de adversário, tenho que estar focado para jogar bem em todas as oportunidades que tiver. Quero muito esta vaga olímpica – destacou, se dizendo confiante com a conquista do ouro.

O foco nos jogos é tão grande que muitas das festas agendadas com os amigos foram canceladas. Mesmo de férias do futebol europeu, ele quer evitar excessos para estar pronto para a reta final de preparação para as Olimpíadas. E por isto, em dias alternados ele mantém uma agenda de treinos físicos.

- Temos que maneirar mais neste período de descanso. Sem muitos exageros. Uma saída ou outra, mas intercalando com exercícios físicos, porque já na próxima quarta-feira eu me apresento à Seleção – explicou.

hulk, Brasil x Egito (Foto: Reuters)Hulk vem sendo convocado para o time de Mano e
quer estar em Londres nos Jogos Olímpicos
(Foto: Reuters)


O artilheiro quer aproveitar estas oportunidades também para marcar seu primeiro gol com a camisa verde e amarela. Até hoje, já foram nove jogos, mas mesmo tendo sido decisivo em muitos deles, ainda não conseguiu balançar as redes. Na última partida, contra a Bósnia, ele fez toda a jogada do gol da virada, no último minuto do confronto, mas após chutar para a área foi o zagueiro adversário quem marcou contra.

- Faltou pouco para aquele gol. Fiz toda a jogada, mas o chute final não foi meu. Está faltando ainda o primeiro gol, mas ele virá na hora certa. Quando marcar, vou homenagear a minha Paraíba e este povo maravilhoso. Vou dar o máximo de mim – declarou sorridente.

Filho bom de bola

Pai de dois filhos (Ian de quatro anos e Tiago de dois), o mais velho deles já demonstra habilidade com a bola. Num bate bola entre pai e filho, Hulk foi para o gol e estimulou Ian a dar alguns chutes. Canhoto como o pai famoso, o menino acertou alguns bons chutes, com uma boa potência para uma criança de apenas quatro anos.

Hulk diz que ainda é cedo para saber se o menino vai seguir carreira no futebol, mas que “jogar bola” é uma das diversões favoritas dele com os filhos.



    
Bate bola em família: Ian de quatro anos chutando forte para o pai Hulk (Foto: Renata Vasconcellos)

Fonte: globoesporte.globo.com

terça-feira, 15 de maio de 2012

Pinto da Costa: «Vou fazer tudo para que Hulk fique»

Presidente do F.C. Porto admite porém que o jogador pode sair por um valor abaixo da cláusula de rescisão, estando portanto disponível para o negociar.
Pinto da Costa voltou a não garantir que Hulk fique na próxima época no F.C. Porto, ao contrário do que fazia nas épocas anteriores. O presidente portista mudou de discurso desde a vitória na Luz, para a Liga, e passou a admitir negociar o avançado brasileiro abaixo da cláusula de rescisão.

«Vou fazer tudo para que o Hulk continue, não estamos interessados em vende-lo», começou por dizer, admitindo que pode transferi-lo abaixo da cláusula de rescisão: «Depende de muitas coisas, há outros negócios que podem estar interligados, referentes por exemplo a outros jogadores.»

Pinto da Costa falou também de Vítor Pereira. «Nunca me passou pela cabeça quebrar o contrato», disse. «Apostámos no treinador que melhor conhecia os processos da equipa e vários clubes com capacidade para contratar qualquer treinador seguiram o exemplo, como o Chelsea ou o Barcelona.»

Por fim, nesta entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa lembrou que Mário Figueiredo ficou preso a uma promessa que fez para alterar sentidos de voto, mas garantiu que «o presidente da Liga sabe que o aumento do campeonato na próxima época é impossível e não acontecerá».

Fonte: maisfutebol.iol.pt

Danilo: "Vou torcer para que Hulk continue por cá"

Danilo não se importava de ter Hulk a seu lado para tentar ajudar o escrete a conquistar o ouro nos Jogos Olímpicos de Londres. O Incrível é um dos seis jogadores com mais de 23 anos chamados para os encontros de preparação, mas só três vão ter direito a passaporte para Inglaterra. Se fosse Danilo a escolher, já só restavam duas vagas. "Qualquer um de nós gostaria de ter o Hulk a jogar ao seu lado. Se ele for aos Jogos Olímpicos vai ajudar muito a seleção, pela qualidade e experiência que tem. Estou a torcer para que ele vá", referiu. Da mesma forma, o lateral/médio espera continuar a ter o compatriota na sua equipa na próxima temporada. "Quero jogar com ele ao meu lado porque jogar contra ele é complicado. Vamos todos torcer para que ele fique", sublinhou.

Fonte: ojogo.pt

segunda-feira, 14 de maio de 2012

«Se sair, Hulk vai fazer muita falta» - Kléber

Hulk e Kléber (foto ASF)
O avançado brasileiro Kléber considera que o FC Porto ficaria a perder com uma eventual saída de Hulk.

«Se Hulk vai sair? Não sei. Esse é um assunto entre o clube e o empresário dele. Vamos ver. Espero que ele fique, é um grande jogador. Se sair vai fazer muita falta ao clube», disse Kléber no aeroporto Francisco Sá Carneiro, de onde partiu para férias.


Fonte: abola.pt

Hulk: "Se sair levo o clube no coração"



Hulk partiu ontem para o Brasil e levou... 16 malas. Um sinal de que não pensa voltar? O Incrível não revelou as suas intenções, optando por um discurso cauteloso. Porém, deixou sempre a porta de saída entreaberta. "Tenho uma família grande, são seis passageiros e um mínimo de doze malas. Levo um pouco a mais, mas são presentes para o resto da família e vou pagar o excesso de peso", começou por dizer. "Tenho mais quatro anos de contrato com o FC Porto e o meu empresário tem falado com o clube. Como já disse, se tiver que sair levarei o FC Porto no coração, mas se ficar vou dedicar-me ao máximo para ajudar este clube", acrescentou.

Hulk já cumpriu quatro épocas no FC Porto e admite que se sente tentado em experimentar outros campeonatos. "Se for para um lugar melhor não vejo problema em sair. Estou no FC Porto, num clube grande que está acostumado a ganhar títulos, e se sair, como já disse o meu empresário, será mais por causa do campeonato e não do clube", frisou, sem apontar um destino preferido. "O país que me seduz mais é o Brasil, mas não pretendo jogar lá agora. Na Europa não tenho preferência".

Tem-se falado do interesse do Chelsea, do Manchester City e do PSG e Hulk está a par das notícias. "Procuro escutar pouco e continuar a trabalhar forte. Tudo o que está relacionado com essas coisas deixo nas mãos do meu empresário. Ouço esses comentários, mas procuro não perder muito tempo com isso para que não me suba à cabeça nem me prejudique. Sei que há clubes interessados, mas só quero pensar em futebol", sublinhou.

Pinto da Costa já disse que Hulk não aceitaria um clube como o Atlético de Madrid, numa alusão à saída de Falcao, mas o brasileiro não garante nada. "Nunca direi que desta água não beberei. O futuro a Deus pertence e o que tiver de ser, vai ser", referiu, deixando entender que existe um compromisso para o deixar sair esta época. "Sempre tive um bom relacionamento com o clube, nunca faltei aos treinos e só tive uma lesão. Sempre fui profissional e o clube sempre foi correto comigo, pelo que não haverá problema se um dia eu sair, ou se ficar. Está tudo em aberto e não vou dizer que quero sair ou ficar. Se ficar fico feliz, se sair levo o clube no coração", insistiu. Agora, o super-herói dos portistas vai descansar uns dias antes de tentar mais um objetivo: "Se Deus quiser estarei nos Jogos Olímpicos para ajudar o meu país a conquistar um título que ainda lhe falta", finalizou.


"A minha luta é para ajudar a equipa"

À partida para a última ronda, Hulk estava a três golos do topo da classificação dos melhores marcadores do campeonato, mas ontem garantiu que essa não era a sua luta. A sua preocupação sempre foi ajudar o FC Porto a chegar ao título. "Só porque fui o melhor marcador da época passada não queria dizer que ia lutar outra vez por esse troféu. Luto sim é para fazer golos que ajudem a equipa, mas em momento algum colocaria isso em primeiro lugar", assegurou, não se mostrando aborrecido por ter ido para o banco em Vila do Conde, enquanto Cardozo e Lima esgrimiam argumentos para chegar ao poleiro. Ainda assim, o Incrível sente que foi importante no título. "Dizem que fui decisivo devido aos golos e às exibições, mas todos se dedicaram ao máximo e se jogasse sozinho não ganhava jogos. O título é de todos", atirou.


"Vítor Pereira mostrou que é um grande treinador"

Hulk concorda com Fernando que, na semana passada, disse a O JOGO que Vítor Pereira teve uma época complicada, sobretudo na gestão das emoções de vários jogadores que não teriam a cabeça no FC Porto. Para o Incrível, o treinador mostrou o seu valor. "Basta ver o exemplo do Barcelona, que também ganhou tudo na época passada. O Vítor era adjunto na última temporada e, de repente, passou a ser o principal, o que é sempre difícil. Mas ele deu a resposta certa e mostrou que é um grande treinador e que tem um enorme caráter. Merece o respeito de todos e este título também é dele", referiu.

Fonte: ojogo.pt

domingo, 13 de maio de 2012

Jogadores seguem para férias

Hulk foi um dos jogadores que já partiu para férias (foto ASF)
Foi uma manhã agitada no aeroporto Sá Carneiro, no Porto, com a partida de vários dragões para umas merecidas férias. Depois de celebrarem a conquista de mais um título, muitos jogadores já pensam no descanso e no... futuro.

James Rodriguez, Bracalli, Mangala, Hulk, Danilo, Maicon e até Kelvin, jogador cedido pelo FC Porto ao Rio Ave esta temporada, foram algumas das presenças notadas no aeroporto tendo viajado com as respetivas famílias.


Fonte: abola.pt

Hulk: "Não posso dizer que quero sair ou ficar"

Hulk ainda tinha uma palavra a dizer na luta pelo título de melhor marcador do campeonato, mas começou no banco em Vila do Conde. Uma opção que respeitou. "Quem escolhe a equipa é o míster, mas nunca pensei em jogar para fazer três golos, dois ou quatro. Jogo sempre para dar o melhor para a equipa e o importante foi o título. Gosto de jogar sempre, mas respeito a opção e havia outros jogadores que também mereciam jogar e que nos ajudaram muito", referiu, explicando a motivação da equipa para este encontro: "Era o último jogo e queríamos ganhar para a festa ficar mais bonita."

Terminada a época, Hulk tentou driblar as questões relativas ao seu futuro. "Agora quero festejar o título com os adeptos e depois descansar com a família e pensar na seleção. Tenho mais quatro anos de contrato, e o futuro está nas mãos do FC Porto e do meu empresário", apontou, recusando-se o comentar as palavras de Teodoro Fonseca, que disse estar na hora de Hulk sair. "Não posso dizer que quero sair ou ficar, mas sim que vou dar o meu melhor esteja onde estiver", concluiu.

Fonte: ojogo.pt

Como jogou Hulk contra o Rio Ave

Hulk 5

Na impossibilidade de poder lutar pela liderança na lista dos melhores marcadores, fez a assistência para um dos golos de Kléber (65').

Fonte: ojogo.pt



A Desilusão: pouco tempo de Hulk

30 minutos de Hulk soube a pouco. No provável adeus aos dragões e à liga portuguesa, o brasileiro começou no banco de suplentes e só na segunda parte foi lançado por Vítor Pereira. Soube a despedida, soube a desilusão pela perda anunciada de um dos grandes jogadores do luso-campeonato.
  

Fonte: maisfutebol.iol.pt